Cancro do Osso

Não são conhecidas as causas para o desenvolvimento do cancro primário do osso.

 O cancro dos ossos pode apresentar-se sob duas formas.

O cancro primário do osso – osteossarcoma – é um tumor maligno e pode aparecer em qualquer um dos 206 ossos do corpo humano, mas atinge sobretudo o joelho (50% dos casos) e a parte superior do braço. É mais frequente em adolescentes e jovens adultos. Nas crianças os tumores ósseos são, na maioria dos casos, primários mas benignos.

O cancro secundário do osso ou metástases ósseas são lesões formadas por células com origem noutros órgãos e que vieram implantar-se nos ossos. As metástases são frequentes com o cancro da próstata, do pulmão, da mama e intestinos.

O cancro secundário do osso é muito mais frequente do que os tumores primários.

Não são conhecidas as causas para o desenvolvimento do cancro primário do osso. Erros no ADN são apresentados como uma das causas possíveis. Todavia, conhecem-se alguns fatores de risco que podem contribuir para o seu desenvolvimento como tratamentos de radioterapia ou quimioterapia, a Doença de Paget e alguns síndromes genéticos de cancro.

Os sintomas do cancro do osso não são exclusivos desta patologia. Contudo, deve-se estar a atento se aparecer dor num osso, dor e inchaço numa articulação ou fraturas na perna ou coluna sem qualquer traumatismo.

O Hospital Particular tem um corpo clínico de ortopedistas e de oncologia médica a quem pode recorrer em caso de suspeita de cancro do osso.   

Cancro do Osso