Antibióticos e como os utilizar

Ajude a Manter a Eficácia dos Antibióticos!

Os dados mais recentes confirmam que o número de doentes infetados por bactérias resistentes está a aumentar na União Europeia e que a resistência aos antibióticos constitui uma grave ameaça para a saúde pública. O uso prudente dos antibióticos pode ajudar a impedir o desenvolvimento destas bactérias resistentes e a manter os antibióticos eficazes para o uso das gerações futuras.

O uso indevido de antibióticos coloca-nos a todos em risco!

Qual é a gravidade do problema da resistência aos antibióticos?  

As bactérias resistentes a vários antibióticos em simultâneo, bactérias multirresistentes, podem, eventualmente, tornar-se resistentes a todos os antibióticos conhecidos!

Sem antibióticos, há o risco de regressarmos à "era pré-antibiótica”, em que as doenças infecciosas causadas por bactérias passariam a não poder ser tratadas com sucesso, resultando na morte!

Manter a eficácia dos antibióticos é uma responsabilidade de todos!

Afinal o que é o uso “inadequado” dos antibióticos?  

  • O uso "inadequado” é utilizar os antibióticos sem necessidade ou de forma incorreta.
  • O uso de antibióticos sem necessidade acontece, por exemplo, ao usá-los contra constipações e gripes, que são causadas por vírus, contra os quais os antibióticos NÃO são eficazes. Nestes casos, não irá melhorar o seu estado clínico tomando antibióticos!
  • O uso de antibióticos de forma incorreta acontece quando encurta a duração do tratamento, baixa a dose, não cumpre a frequência correta de administração, ou seja, se aumenta ou diminui o intervalo de tempo entre as tomas do antibiótico. Nestes casos, a quantidade necessária e adequada de antibiótico no organismo não é atingida e as bactérias sobrevivem, podendo tornar-se resistentes!

Portanto, não tome antibióticos sem prescrição médica e respeite sempre as recomendações do seu médico ou farmacêutico sobre quando e como tomar os antibióticos!

 

 Sabe o que fazer em caso de constipação ou gripe?

  1. Fique em casa, descanse para recuperar…
  2. Pergunte ao seu médico ou farmacêutico sobre outros tratamentos que não incluam antibióticos para aliviar os seus sintomas, tais como o nariz entupido, garganta inflamada, tosse, dores no corpo etc.
  3. Não se agasalhe demasiado e verifique a temperatura durante o dia!
  4. Beba bastantes líquidos para evitar a desidratação (água e sumos de fruta)…
  5. Se viver sozinho, principalmente se tiver limitações de mobilidade, deve pedir a alguém que lhe telefone de forma regular para saber como está!
  6. Se tem duvidas sobre os seus sintomas procure um profissional de saúde…

Atenção: Se os seus sintomas não melhorarem ou se se agravarem durante o período de tempo aconselhado pelo profissional de saúde que contactou, marque consulta com o seu médico, pois poderá ser necessária uma reavaliação!


-Dr.ª Lara Leite-

Antiobióticos